in

Mãe relata momentos de terror após cachorra morrer ao evitar ataque de pitbull a garotinha de 8 anos

A cachorrinha teve uma atitude heróica e protegeu a criança do pitbull.

G1

Uma cachorra da raça shih-tzu morreu para poder salvar uma garotinha de oito anos do ataque de um pitbull. O caso aconteceu na cidade de Bauru, interior do estado de São Paulo, nesta última segunda-feira, 17 de maio. A mãe da criança, a psicóloga Thaynara Milano contou que estava com a pequena Larah e dois pets da família.

Publicidade

Eles estavam na frente da casa da família na tarde de domingo quando o pitbull acabou escapando. “Sentei ali na calçada junto dela e fiquei olhando. A Lilica e o Bola, que é filho dela, saíram e ficaram ali na calçada comigo. Eles sempre ficam ali com alguém junto. Foi tudo muito rápido”, explicou a mulher.

Ela disse que o pitbull do vizinho abriu e portão e foi pra cima da filha dela. Nisso, a cachorrinha Lilica ficou assustada e se posicionou na frente da menina. A psicóloga relata que o cão não soltava a cachorrinha de jeito nenhum. Desesperada com a situação, a mãe levou a filha para dentro de casa não permitiu que saísse novamente e gritou pedindo ajuda enquanto procurava algo para tentar separar os animais.

Publicidade

Com a gritaria, vários vizinhos foram ajudar, mas infelizmente em vão. O pitbull somente saiu de cima da cachorrinha depois que um vizinho ficou em cima e pegou o cão pelo pescoço. Lilica ficou muito machucada e foi levada para ser atendida em uma clínica veterinária. Por causa dos ferimentos graves, não foi possível fazer a sutura dos ferimentos na hora, sendo necessário aguardar o dia seguinte.

Publicidade

Apesar do estado ter estabilizado, a cachorrinha sofreu uma parada cardíaca e não resistiu. O dono do pitbull e vizinho da família não estava em casa quando ocorreu o ataque. Assim que ficou sabendo do que aconteceu, ele entrou em contato com a psicóloga para poder ajudar no que fosse necessário e lamentou muito.

Publicidade

A mãe da pequena Lara disse que a família está triste com a perda da cachorrinha e frisou que se fosse com a filha não sabe o que faria. Na verdade, o pitbull foi na direção de Larah e Lilica salvou a vida da sua pequena.

Publicidade
Publicidade
Publicidade