in

Após morte de Bruno Covas, São Paulo tem novo prefeito: conheça o sucessor

Com o falecimento do prefeito Bruno Covas, seu vice-prefeito irá assumir a gestão municipal de São Paulo.

Acervo pessoal / Reprodução

Na tarde deste domingo, 16/5, os paulistanos se despediram do prefeito Bruno Covas (PSDB), que faleceu em decorrência de complicações causadas por um câncer no sistema digestivo. O político de 41 anos de idade faleceu meses após assumir a gestão do Poder Executivo de São Paulo. Afastaado por 30 dias para se internar sem previsão de alto no hospital Sírio-Libanês, Bruno Covas não resistiu e faleceu, passando o cargo imediatamente para o seu vice-prefeito, o político do MDB, Ricardo Nunes.

Publicidade

Nunes já estava atuando como prefeito interino desde que Covas se licenciou, mas nunca havia assumido o cargo o antes. A partir de agora, ele será o responsável pela gestão do município de São Paulo. Diante da morte de Bruno Covas, muitos paulistanos desatentos estão se perguntando quem é o novo prefeito da cidade, eleito junto com Bruno Covas, em 2020. 

Morte de Bruno Covas entrega novo prefeito para a cidade de São Paulo e ele já toma medidas

Ricardo Nunes é filiado ao MDB e também já atuou como vereador por dois mandatos. A oficialização da posse como prefeito para o político ocorreu de forma discreta, por meio de um ato da mesa diretora da Câmara Municipal de São Paulo, às 11h20 de domingo (16).

Publicidade

O novo prefeito de São Paulo tomou uma atitude simbólica já em seu primeiro ato. Ricardo Nunes decretou luto oficial, em respeito ao político e amigo de jornada pela gestão pública.

Publicidade

A dor toma conta, perder um amigo, um irmão, que é referência de integridade, companheirismo, generosidade, dói muito“, publicou Ricardo Nunes em sua rede social.

Publicidade

Ricardo Nunes já foi acusado de bater em sua esposa

De acordo com o site G1, a escolha de Bruno Covas por Ricardo Nunes como vice gerou críticas, pois o atual prefeito foi acusado pela mulher, em 2011, de ter cometido violência doméstica. Na ocasião, Covas chegou a sair em defesa do companheiro de chapa, negando as acusações.

A suposta vítima, Regina Carnovale mudou sua versão semanas depois, desmentindo o que foi publicado pela imprensa.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Tadeu Goulart

Assuntos chocantes, novidades da televisão, famosos e política: tudo você encontra aqui.