in

DEM expulsa Rodrigo Maia da sigla após críticas a ACM Neto: ‘Desfiliação indireta’

Rodrigo Maia formalizou o seu pedido de saída do DEM e, depois disso, usou a web para criticar ACM Neto.

Foto: Agência Brasil

Recentemente as críticas do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, ao presidente nacional do DEM, ACM Neto, repercutiram. Diante disso, a sigla acabou optando pela expulsão de Maia do partido político. A informação foi divulgada em primeira mão pelo deputado Arthur Maia (DEM-BA), através de uma publicação no Twitter, onde afirma que Maia deve perder o seu mandato.

Publicidade

Na publicação, Arthur afirmou que a sigla deliberou pela expulsão do ex-presidente da Câmara. Para Arthur Maia, depois que o deputado perdeu todo o seu apoio entre os demais deputados, “não havia mais clima para ele no partido”.

E não foi só isso. Ainda na publicação, Arthur afirmou que, mesmo após ser expulso, Maia ainda deverá perder o mandato, isso porque, segundo ele, “é óbvio que a agressão gratuita de grosseira” de Maia contra o presidente da sigla “configura uma desfiliação indireta”.

Publicidade

Ainda no Twitter, Arthur chega a insultar o ex-presidente da Câmara ao chama-o de “Nhonho”– isso fazendo menção ao personagem da famosa série mexicana “Chaves”. Além disso, o deputado também diz que Maia acabou se tornando uma “figura odiada” pela população brasileira.

Publicidade

Na última sexta-feira, 14, Rodrigo Maia formalizou o seu pedido de saída da sigla e, após essa decisão, decidiu usar as redes sociais para criticar o presidente do partido, ACM Neto. Para se referir a ACM, Maia usou termos como “malandro baiano” e até chegou a dizer que “esse baixinho não tem caráter”. Maia chegou até a afirmar não ter sobrado nada além de “Bolsonaro presidente e ACM Neto vice-presidente”.

Publicidade
Publicidade