in

Fungo preto a doença fatal que tem atacado pacientes com Covid-19

Um fungo letal encontrou em pacientes com Covid-19 a oportunidade de se proliferar.

Vix

A pandemia mundial de coranavírus já completou um ano e mesmo após tantos meses e com o início da vacinação da população, alguns países ainda estão sofrendo muito com abundantes mortos diariamente. Com muita frequência as pessoas estão sendo detectadas com a doença em todo o mundo.

Publicidade

Novo fungo preocupa a Índia

Na Índia, epicentro da pandemia, uma nova ameaça tem se despertado e a cada dia que passa, mais pessoas que estão com Covid-19, ou mesmo as que se recuperaram recentemente da doença, estão sofrendo com um novo mal que tem atacado pessoas com sistema imunológico debilitado.

Um fungo chamado mucor, que normalmente é encontrado na natureza ou em alimentos estragados encontrou nas pessoas com Covid-19 a possibilidade de se proliferar. Muitos casos de mucormicoses tem sido diagnosticados no país e isso preocupa a população e as autoridades de saúde do país.

Publicidade

Fungo preto tem letalidade alta

Também conhecido como ‘fungo preto’ a doença é fatal e sem tratamento adequado o índice de morte é determinado em 97% dos casos. Ela afeta diretamente o sistema imunológico do ser humano. A infecção destrói várias partes do corpo, incluindo pele, ossos, músculos e órgãos.

Publicidade

Os primeiros sintomas apresentados são olhos avermelhados e nariz irritado, após isso começa a sair uma mucosa preta ou ensanguentada pelo nariz, em seguida vem a febre a dificuldade para respirar. Se a doença for identificada imediatamente, existe oportunidade de cura com medicação, caso o diagnóstico seja tardio, apenas uma cirurgia pode salvar a vida da pessoa infectada.

Publicidade

A Índia é um dos países com maior índice de mortes pela Covid-19, o sistema funerário já entrou em colapso e não existe mais lugar para enterrar pessoas. Com o aumento de casos dessa doença, a preocupação do governo é ainda maior.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Tatiane Braz

Estudante, escritora e apaixonada pela verdade, tenho como meta levar a notícia de forma clara e real. Amo ler e percebo a cada dia que um mundo melhor se faz quando o conhecimento que adquirimos é colocado em prática.