in

Recém-nascido morto pela própria mãe tinha cerca de uma semana de vida e estava com pulseira do hospital

Exame cadavérico que será realizado no Instituto Médico Legal (IML) pode elucidar alguns pontos do caso.

G1

Uma jovem de 24 anos foi presa após ser apontada como principal suspeita da morte do próprio filho, um bebê recém-nascido de cerca de uma semana de vida. O caso bárbaro foi descoberto na última quarta-feira (12), na cidade de Anápolis, em Goiás, e segue sob investigação da Polícia Civil.

Publicidade

Detida pelas autoridades, a jovem confessou a autoria da ação criminosa contra o filho. A criança foi levada em uma caixa de papelão por ela a um terreno baldio, e na sequência teve corpo carbonizado. Um exame de necropsia identificará se o recém-nascido estava vivo ou não no momento em que a mulher colocou fogo em seu corpo. 

Em relato à polícia, a jovem disse que escondeu a gravidez, e que a mãe não poderia saber da existência do filho. Segundo ela, a mãe vive acamada. A doença, no entanto, não foi revelada. 

Publicidade

O namorado e pai do recém-nascido prestou depoimento às autoridades e foi liberado na sequência. Ele será investigado sobre um possível envolvimento na ação. Na delegacia, ele informou que tinha conhecimento da gravidez da namorada e afirmou que os dois decidiram pela realização do aborto. A jovem, no entanto, não fez o procedimento, e teria dito a ele que interrompeu a gestação. 

Publicidade

Pulseirinha

O corpo do bebê foi encontrado carbonizado, após um cachorro arrastá-lo e um pedestre visualizar que se tratava de um corpo. Segundo informações da Polícia Civil, a vítima ainda estava com a pulseira utilizada em hospitais para identificação. Com isso, a mãe dele foi rapidamente encontrada e presa.

Publicidade

A jovem foi indiciada pelo crime de ocultação de cadáver e se encontra na sede do GIH. Vídeos de câmeras de segurança mostram a mãe levando o recém-nascido em uma caixa de papelão até o terreno baldio, e retornando ao carro para pegar álcool em um galão. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade