in

Mãe presa, pai investigado e bebê morto: o que se sabe sobre o caso do bebê carbonizado em Goiás

Corpo foi encontrado em terreno baldio da cidade de Anápolis, em Goiás, nesta semana.

Reprodução Globo

Uma mulher de 24 anos, cuja identidade não foi revelada, é suspeita de ter matado o próprio filho recém-nascido na cidade de Anápolis, interior de Goiás. Imagens de câmera de segurança mostraram o momento em que ela chega ao terreno baldio localizado no Residencial Cerejeiras, região leste da cidade.

Publicidade

A mulher desce do carro com uma caixa de papelão. Em seguida, retorna ao veículo e pega álcool e isqueiro. Ela confessou que o bebê estava na caixa. O menino tinha nascido havia uma semana e era fruto de uma gravidez indesejada. Os detalhes estão chamando a atenção.

A Polícia foi acionada após vizinho encontrar o corpo do bebê. Um cachorro o teria arrastado do terreno baldio. O bebê ainda estava com a pulseira do hospital onde nasceu. A partir daí, não foi difícil localizar a mãe e prendê-la como suspeita do crime que está repercutindo em Goiás e no Brasil.

Publicidade

O namorado dela também prestou depoimento. À polícia, o pai da criança contou que os dois decidiram fazer um aborto quando souberam da gravidez. Ela teria mentido dizendo que havia dado certo. A mulher não teria realizado o pré-natal e quando o bebê nasceu, ela resolveu tirar-lhe a vida. 

Publicidade

O delegado Wlisses Valentim afirmou que vai investigar se o pai da criança tem algum envolvimento no crime. Após prestar depoimento, ele foi liberado. A mulher contou aos policiais que escondeu a gravidez porque o pai dela mora no exterior e a mãe vive acamada e se desesperaria com a notícia da gravidez da filha. Ela chorou durante o depoimento. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!