in

Este foi o motivo da mudança do local do velório do menino Gael, enterrado nesta quinta-feira (13)

O corpo do menino foi enterrado na manhã desta quinta-feira (13), no município de prata, no Cariri da Paraíba.

G1

O pai de Gael, menino de 3 anos, encontrado morto no apartamento em que morava com a mãe, a tia-avó e a irmã mais velha, na última segunda-feira (10), revelou que tinha planos de levar a criança para conhecer o município de Prata, terra natal da família dos pais do menino, no Cariri da Paraíba.

Publicidade

A declaração foi dada por Felipe Nunes durante uma entrevista dada à TV Paraíba no momento do velório da criança, no município de Prata. O enterro aconteceu por volta das 9h35, no cemitério Jardim Saudade, sob muita comoção dos presentes.

De acordo com Felipe, ele já teria feito o planejamento para levar o filho para conhecer sua terra natal em janeiro, porém, não teve tempo para concluir os planos.

Publicidade

“Infelizmente eu trouxe meu filho de outro jeito. Queria trazer ele pra cá do jeito que ele era: amoroso e feliz para conhecer o meu povo”, disse ele.

Publicidade

Segundo o pai de Gael, a ideia de levar o menino para conhecer a cidade vem do fato de grande parte de sua família e também da família da mãe da criança morarem no local.

Publicidade

O velório de Gael se iniciou às 22h desta quarta-feira (12), na casa de sua avó paterna, a mãe de Felipe. Em seguida, o corpo seguiu para a casa de parentes da criança.

Inicialmente, a despedida seria realizada na quadra da Escola Cidadã Integral Francisco de Assis Gonzaga, porém, após uma recomendação do Ministério público da Paraíba, ocorreu a mudança do local.

A mãe de Gael, Andreia, é a principal suspeita de ser a responsável pela morte do filho, supostamente causada por lesões feitas por ela, que está presa desde a última terça-feira (11).

Publicidade

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.