in

Jair Bolsonaro faz alerta importante ao Brasil: ‘problema sério pela frente’

Bolsonaro fala sobre possível problema no fornecimento de energia elétrica no país devido à seca.

Reprodução Globo

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) costuma manter um diálogo franco com seus apoiadores que se aglomeram em frente ao Palácio da Alvorada, residência oficial do chefe do Executivo. Na segunda-feira, Bolsonaro falou sobre possível problema no fornecimento de eletricidade.

Publicidade

Segundo Bolsonaro, o país pode ter um “problema sério pela frente” e “vai ter dor de cabeça”. O presidente fazia referência a possível seca. O Brasil vive a maior crise hidrológica de sua história, segundo falou o presidente aos seus apoiadores.

O governo federal começou a agir devido à grave seca nos locais onde estão as maiores usinas hidrelétricas do país. A primeira ação foi acionar todas as usinas termelétricas disponíveis para garantir que não falte energia no país. A informação foi divulgada pelo jornal O Globo.

Publicidade

O governo federal também vai exportar energia elétrica de Uruguai e Argentina para suprir as necessidades do Brasil. Os blecautes de energia foram comuns no fim dos anos 1990, no segundo governo de Fernando Henrique Cardoso (1995-2002).

Publicidade

Falta de energia pode atrapalhar Bolsonaro em 2022

Publicidade

Uma possível crise elétrica há pouco mais de um ano das eleições de 2022 pode afetar a popularidade e a chance de reeleição de Bolsonaro. As pesquisas divulgadas até o momento mostram que ele deve disputar o segundo turno, provavelmente, contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O petista voltou a ficar elegível após decisão do Supremo Tribunal de Federal (STF) que anulou as condenações da Lava Jato na 11ª Vara de Curitiba.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!