in

Médica aciona a polícia ao atender bebê de 6 meses com ao menos 30 lesões pelo corpo; estado da menina é grave

Ao menos 30 hematomas foram encontrados no corpo da bebê, de 6 meses, que segue internada em estado grave.

Metrópoles

A Polícia Militar e o Conselho Tutelar foram acionados por uma médica após a mesma atender uma bebê de cerca de seis meses. A criança deu entrada em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Pediátrica de Anápolis, em Goiás, com mais de 30 lesões espalhadas pelo corpo.

Publicidade

O pai da criança foi conduzido à delegacia para prestar esclarecimentos, porém, afirmou que não tinha conhecimento da causa dos hematomas e foi liberado. A criança segue internada em estado grave na UTI de um hospital de Goiânia.

O caso se deu na noite da última segunda-feira (10), quando por volta das 22h30 a criança deu entrada na UPA Pediátrica da cidade. De acordo com o que foi dito pela mãe da bebê ao Conselho Tutelar e à Polícia Militar, a criança estava no colo do pai quando ela notou que sua filha não estava bem.

Publicidade

Miqueias Duarte, conselheiro tutelar, afirmou que a mãe disse ter notado que a criança estava “molinha” no colo do pai, quando acionou o Corpo de Bombeiros para leva-la ao hospital.

Publicidade

Ao chegar na unidade de saúde, a médica notou ao menos 30 lesões aparentes espalhadas pelo corpo da criança, suspeitou que a mesma estivesse sendo submetida a maus-tratos e acionou as autoridades.

Publicidade

Após receber os primeiros socorros ainda em Anápolis, a bebê foi transferida para o Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira, em Goiânia, onde segue internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

À emissora loca TV Anhanguera, a hospital informou que o estado de saúde da criança é grave e sua respiração segue com auxílio de aparelhos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.