in

Caso Gael: mãe teria sido internada 4 vezes por distúrbios mentais; ela é suspeita da morte do menino

Gael tinha três anos e morreu após ser socorrido pelo Samu, na segunda-feira (10).

Reprodução Record TV

Andréia, mulher identificada como mãe do garoto Gael de Freitas Nunes, de 3 anos, foi internada quatro vezes nos últimos anos por distúrbios mentais. Ela é a principal suspeita da morte do filho no bairro da Bela Vista, região central da cidade de São Paulo.

Publicidade

Gael havia ficado com o pai e retornou para a casa da mãe no domingo, para o Dia das Mães. No apartamento, moravam Andréia, Gael, a irmã do menino, de 13 anos, a tia-avó, identificada como Maria. Ela contou detalhes do que viu no apartamento.

Segundo Maria, ela e Gael estavam assistindo desenho na manhã de segunda-feira (10), por volta das 7h30. O menino foi até a cozinha, onde estava a mãe, e não retornou. Maria chamou pelo garoto, mas Andréia respondeu que ele ficaria na cozinha. O menino chorava e a tia-avó achava que ele queria o colo da mãe.

Publicidade

Logo depois, a mulher ouviu barulho forte de batidas na parede, mas pensou que fosse o apartamento ao lado. Gael foi encontrado caído na cozinha. Socorrido pelo Samu e levado à Santa Casa de São Paulo, a criança de apenas 3 anos, não resistiu e morreu.

Publicidade

Mãe foi presa e sofre de distúrbios mentais

A tia-avó do menino confirmou que Andréia já foi internada quatro vezes devido aos distúrbios mentais. A mulher está presa no 89º Distrito Policial do bairro do Morumbi, zona sul da capital paulista. Ela prestou depoimento na 1ª Delegacia de Defesa da Mulher, localizada no bairro do Cambuci. A prisão preventiva foi decretada pela Justiça. Nesta terça-feira, ela passará por audiência de custódia.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!