in

Primo de Bolsonaro vai morar em SC com o companheiro para evitar Covid, contrai a doença e morre aos 52 anos

Professor universitário ficou 28 dias internado em hospital de Santa Catarina e não resistiu.

Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação

A Covid-19 não para de fazer vítimas em todo o Brasil. Os óbitos no país já ultrapassaram a marca de 420 mil desde o começo da pandemia, em março do ano passado. O Brasil é o segundo em número de mortes, atrás apenas dos Estados Unidos, que passou a marca de meio bilhão de vítimas fatais.

Publicidade

Na quinta-feira da semana passada, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) perdeu um primo para a doença causada pelo coronavírus. Morreu em Florianópolis o professora universitário Álvaro Alberto de Araújo, aos 52 anos.

Araújo era primo de Bolsonaro por parte de mãe, que era irmã de Geraldo Bolsonaro, pai do presidente. O professor havia se mudado para a capital de Santa Catarina no dia 6 de abril, quando deixou Aracaju para viver com o companheiro, Rafael Nunes Carvalho, em Jurerê Internacional.

Publicidade

Araújo era professor desde 2006 e alternava a vida entre Aracaju e Jurerê para ficar com o companheiro. Após lutar contra o vírus por 28 dias, Araújo não resistiu e foi mais uma das vítimas da Covid-19. A informação da morte foi confirmada por Vânia Bolsonaro.

Publicidade

Bolsonaro comemora vacinação contra a Covid-19

O presidente Jair Bolsonaro tem atualizado os seus seguidores sobre a vacinação no Brasil. Depois de ser criticado por falas contra a vacina, Bolsonaro mudou de atitude e hoje usa suas redes sociais para falar sobre o tema. Desde o começo da vacinação, em 18 de abril, 47,4 milhões de doses já foram aplicadas. Ao todo, 15,3 milhões de brasileiros estão imunizados – receberam as duas doses da vacina contra a Covid.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!