in

Caso Gael: menino de 3 anos morre em SP, mãe suspeita é presa e médico conta detalhes

Mãe de Gael pode ter tirado a vida do filho após surto psicótico; caso acontece na região central de São Paulo.

G1 / Reprodução Globo

Mais um possível caso de violência contra criança terminou em morte. Dessa vez, foi na cidade de São Paulo. O menino Gael de Freitas Nunes, de 3 anos, morreu após ter sido encontrado ferido no apartamento onde morava com a mãe, a tia-avó e a irmã de 13 anos. A mãe é a principal suspeita do crime.

Publicidade

Ela pode ter tido um surto psicótico e passou a agredir o filho no bairro da Bela Vista, região central da cidade. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado para socorrer o garoto. O médico intensivista Washington Candido contou detalhes do ocorrido.

“Nós adentramos pela cozinha, a mãe se encontrava na cozinha e a criança encontrava-se em posse da vó, no quarto da criança mesmo. Já visualizando, a criança estava em PCR, parada cardíaca, iniciamos as manobras de reanimação cardiopulmonar e, em seguida, a intubação neurotraquial”, afirmou.

Publicidade

O menino foi levado à Santa Casa de São Paulo, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. A mãe de Gael prestou depoimento na 1ª Delegacia de Defesa da Mulher, no Cambuci, na madrugada desta terça-feira. De lá, foi encaminhada para o 89º DP do Morumbi. Ela está em uma carceragem feminina. A Polícia Civil não divulgou o teor do depoimento.

Publicidade

Se confirmada a violência por parte da mãe, Gael será mais uma criança vítima. Desde março, o Brasil acompanha o caso Henry Borel, no Rio de Janeiro. A mãe e o padrasto do menino, Monique Medeiros e o vereador Jairo Souza Santos Júnior, o Dr. Jairinho, estão presos e tornaram-se réus no caso que investiga a morte.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!