in

‘Carta de Henry’ para Monique emociona: ‘O tio a toda hora entrava no meu quarto e me batia’

A criança foi vítima de agressão, que teria culminado em sua precoce morte. A carta publicada na coluna do Percival aborda o assunto a partir da suposta visão do garoto.

UOL/Montagem

Doce, gentil e meigo, essas foram as características dadas a Henry Borel Medeiros pelos que o rodeavam. O menino, cheio de sonhos e bastante alegre, perdeu sua vida de forma trágica e não vai poder comemorar o Dia das Mães ao lado da sua.

Publicidade

Monique Medeiros da Costa e Silva, mãe de Henry, está presa, acusada de ter acobertado o homicídio do filho, que, segundo informações da Polícia Civil do Rio de Janeiro, foi cometido pelo vereador Jairo Souza Santos Júnior, o Dr. Jairinho.

Recentemente, o site da Record TV divulgou uma ‘carta de Henry’, que foi escrita como uma reflexão pela equipe do portal para expor qual seria o sentimento do menino nesse momento. Ele foi morto dia 8 de março deste ano.

Publicidade

Na cartinha, ‘Henry’ fala como está e desabafa sobre o crime que culminou em sua morte. As palavras emocionantes comovem considerando a forma como a criança, que estava prestes a completar cinco anos, perdeu a vida. “Oi, mamãe Monique“, inicia o texto

Publicidade

Fico pensando em tudo que aconteceu durante minha curta vida, minhas agonias e minha morte“, disse a carta. No texto comovente, a situação de Henry ainda é comparada com a de um personagem do livro A Cabana, no qual uma criança também foi agredida e morta por um vilão.

Publicidade

Em outro momento,  a carta fala sobre a agonia e as agressões sofridas pelo garoto. “Porque o tio a toda hora entrava no meu quarto e me batia, tanto mas tanto, que eu chegava a ficar sufocado. Um menino de 4 anos, convenhamos mamãe, imagina-se amado e protegido“.

Missy, personagem, e eu, também personagem, estamos juntos. Ela, vítima de um psicopata atraído por meninas; eu, espancado até morrer por um homem que sentia prazer ao bater violentamente em crianças. Histórias quase semelhantes“, comparou a cartinha.

CARTA DE HENRY BOREL PARA SUA MÃEOi, mãe Monique. Consegui ler sua cartinha, não me pergunte como, no dia em que…

Posted by Meu Bilu Bilu on Sunday, May 9, 2021

Henry faleceu após receber diversas lesões no corpo, inclusive no fígado. Ele teria morrido poucas horas após a violência que sofreu. O padrasto e a mãe da criança estão presos desde o último dia 8 de abril. O texto, endereçado a Monique, que pode ser lido na íntegra acima foi escrito por Percival de Souza no R7.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.