in

Mais de 700 presos garantem saidinha da cadeia para o Dia das Mães

Ao todo, 725 detentos foram beneficiados com a saidinha temporária no Pará.

Antônio Cruz/Agência Brasil

Se existe um assunto que gera muita polêmica no Brasil, é a forma como são tratados os presos. A situação carcerária no país é vista por muitos como um problema enorme para a sociedade e casos onde presos são liberados para saídas em feriados e datas comemorativas sempre são alvo de comentários.

Publicidade

E a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária do Pará iniciou no sábado (8), a liberação de presos para a chamada saidinha de Dia das Mães. Ao todo, são 725 detentos que tiveram direito ao benefício e poderão reencontrar os seus parentes.

A saída temporária foi autorizada pela Vara de Execução Penal e acontece em quatro parcelas. Os primeiros beneficiados devem retornar ao cárcere no próximo sábado (15). A fiscalização dos presos acontece por meio de tornozeleiras eletrônicas.

Publicidade

Como medida de prevenção ao coronavírus, os internos passaram por triagem, validação biométrica e ao retornar, cada um ficará em isolamento por 21 dias.

Publicidade

Em SP, quase 1,7 mil detentos não voltaram após saidinha

A saída temporária de Natal e Ano novo de 2020 dos presos do sistema carcerário de São Paulo apresentou um aumento de quase 14% no não retorno dos presos em comparação ao mesmo período de 2019.

Publicidade

Ao todo, 31,5 mil pessoas foram liberadas para a saidinha, destas, 1.693 não voltaram. Em 2019, o número foi menor, 1.487 não retornaram. Presos que foram condenados em regime semiaberto e que possuem bom comportamento podem ser beneficiados com a saída temporária em datas como Páscoa, Dia das Mães, Dia dos Pais, Dia das Crianças e outras.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Matheus Feitosa

Escrevo sobre TV, famosos e entretenimento desde 2011.

A atenção nos detalhes é o que nos faz prosperar.