in

Quem são os mortos na operação policial no Jacarezinho? 17 dos 25 mortos são identificados

OAB identificou 16 dos mortos em operação no Jacarezinho; Policial também morreu.

G1 / Reprodução Globo

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) identificou 16 dos suspeitos mortos em operação da Polícia Civil na comunidade do Jacarezinho, no Rio de Janeiro, nesta quinta-feira. Além deles, o policial civil André Frias também morreu durante o confronto ocorrido na comunidade.

Publicidade

Esta foi a ação policial mais letal da história do Rio de Janeiro e chama a atenção até de organismos internacionais, como a Organização das Nações Unidas (ONU). Entidades brasileiras pedem esclarecimento do que ocorreu no interior da favela.

A OAB divulgou os nomes de 16 dos suspeitos mortos. São homens com idades entre 18 e 41 anos. O mais novo é Jhonatan Araújo da Silva, de 18 anos. Em ordem, de acordo com a idade, aparecem, Rai Barreto de Araujo, 19; Rômulo Oliveira Lucio, 20; Natan Oliveira de Almeida, 21; e Isaac Pinheiro de Oliveira, 22.

Publicidade

Na sequência, aparecem dois homens com 23 anos: Marlon Santana de Raújo e Richard Gabriel da Silva Ferreira. A lista avança com Francisco Fabio Dias Araújo Chaves, de 25; e Cleiton da Silva de Freitas Lima e Maurício Ferreira da Silva, ambos com 27. Os demais mortos na comunidade do Jacarezinho têm 30 anos ou mais.

Publicidade

São eles: Toni da Conceição, 30; Jong Jefferson Mendes Rufino da Silva, 30; Jonas do Carmo, 31; Carlos Ivan Avelino da Costa Junior, 32; Wagnder Luis de Magalhães Fagundes, de 38; e Márcio Manoel da Silva, de 41. Dezenove corpos estão no  Instituto Médico Legal (IML) do Rio de Janeiro, aguardando identificação e liberação. Os demais estão no Hospital Souza Aguiar.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!