in

Bruno Covas é extubado e segue internado na UTI; médicos descobriram sangramento

Prefeito de São Paulo está internado no Hospital Sírio-Libanês, na capital paulista.

G1 / Reprodução Globo

Lutando contra o câncer desde 2019, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), precisou se afastar do cargo para tratar a doença. O chefe do Executivo paulista pediu licença por 30 dias. Neste período, o vice Ricardo Nunes (MDB) assumirá o posto.

Publicidade

Bruno Covas se internou no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Os médicos descobriram um sangramento no sistema digestivo do político durante a realização de uma endoscopia de acompanhamento do câncer. Foi identificada uma úlcera entre o esôfago e o estômago.

Os médicos usaram medicamentos e controlaram o sangramento. Antes da endoscopia, Bruno Covas foi entubado e passou a tarde na ventilação mecânica sob acompanhamento da equipe médica do Hospital Sírio-Libanês. O médico oncologista Túlio Pfifer falou sobre o procedimento em Bruno Covas.

Publicidade

Publicidade

“A endoscopia identificou o sangramento na lesão úlcera-gástrica, ela estancou e controlou o sangramento. Depois da endoscopia, a gente optou por transferir para a UTI justamente para fazer esse pós-procedimento de forma mais segura possível”, disse o médico em entrevista ao Jornal Nacional.

Publicidade

Nesta segunda-feira (3), horas depois do procedimento, os médicos retiraram a ventilação mecânica. O processo de extubação foi positivo, Bruno Covas reagiu bem e segue internado na unidade de terapia intensiva. Bruno Covas demonstrou esperança na recuperação na nota emitida no domingo, quando anunciou que se afastaria de suas atribuições à frente da prefeitura da maior cidade do Brasil. Nas redes sociais, o prefeito recebeu muito apoio.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!