in

Caso Henry: inquérito é finalizado e Jairinho e Monique se dão muito mal; homícidio qualificado

Polícia Civil concluiu inquérito que investigava morte de Henry Borel, de quatro anos.

Polícia Civil RJ

A Polícia Civil do Rio de Janeiro finalizou nesta segunda-feira (3) o inquérito da morte de Henry Borel. O menino morreu na madrugada do dia 8 de março e a polícia indiciou a mãe da criança, Monique Medeiros, e o padrasto Jairo Souza Santos Júnior, o vereador Dr. Jairinho.

Publicidade

Os dois estavam no apartamento com Henry na madrugada do dia 8 de março. O menino foi levado pelo casal ao Hospital Barra D’Or, na Barra da Tijuca, mas já chegou sem vida ao local. Laudo do IML mostrou diversas lesões no corpo de Henry e levantou suspeitas sobre o que teria ocorrido no interior do imóvel.

O menino sofreu laceração no fígado e hemorragia interna. Ambas foram causadas por ação contundente. A reprodução simulada realizada pelos investigadores descartou a possibilidade de acidente doméstico. Esta era a tese de Monique e Jairinho após a morte de Henry. 

Publicidade

Jairinho e Monique são indiciados por homicídio qualificado e tortura

O casal Jairinho e Monique foi indiciado nesta segunda. Depois de quase dois meses de investigação, com testemunhas ouvidas, celulares apreendidos e mensagens recuperadas, os investigadores da 16ª DP finalizaram o inquérito e encaminharam para o Ministério Público, que oferecerá a denúncia à Justiça.

Publicidade

Jairinho e Monique responderão por homicídio qualificado e tortura, o que impossibilitou a defesa da vítima. Jairinho foi indiciado por dois crimes de tortura e Monique por um. A prisão preventiva do casal também foi pedida. Cabe ao Ministério Público oferecer denúncia à Justiça e dar prosseguimento ao caso.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!