in

Caso Henry: ‘Me perdoe por tudo’, escreve Monique Medeiros em carta reveladora ao pai do garoto

Leniel Borel não parece ter acreditado nos escritos de sua ex-esposa, presa desde o dia 8 de abril.

Divulgação/UOL - MONTAGEM JEAN MARANGONI

O garoto Henry Borel faria 5 anos nesta segunda-feira (03/05). Desolado com a perda do filho, o engenheiro Leniel Borel recebeu um pedido de perdão de sua ex-esposa Monique Medeiros através de uma nova carta escrita por ela.

Publicidade

A professora disse em seus escritos que não tinha conhecimento do que estava acontecendo e afirmou que se pudesse voltar no tempo, faria diferente. Os familiares de Monique também receberam uma carta e nela, a mãe de Henry chama o vereador Dr. Jairinho de “psicopata”.

A carta foi escrita no dia 26 de abril, e nela Monique afirma que Leniel Borel foi seu marido por oito anos e que por isso ele sabe mais do que ninguém a mãe que ela sempre foi para Henry. A mãe do garoto ressaltou ainda que o ex sabe exatamente a pessoa que ela é, os princípios que carrega e também a mãe dedicada que ela era para o garoto. 

Publicidade

No entanto, Leniel não parece ter se comovido com as palavras da ex-esposa. Sempre pedindo por justiça nas redes sociais, o pai de Henry disse que não acredita na versão de Monique. Ele questionou o fato dela dizer que não sabia de nada sendo que sua conversa com a babá Thainá expõe justamente o contrário. Para ele, tudo isso não passa de uma tentativa dos advogados tentar tirar a professora da cena do crime. 

Publicidade

Monique Medeiros terminou a carta pedindo perdão ao ex-marido por não ter sido mais do que ela pode ser, tanto para Henry, quanto para o pai do garoto. Ela assinou o bilhete como “Nique”, forma como era carinhosamente chamada por Leniel quando ainda estavam juntos. Os dois terminaram o casamento no fim do ano passado.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Jean Marangoni

Influenciador digital responsável pelas páginas 'Mussum Sinceris' nas redes sociais, trabalho também com jornalismo online há 3 anos. Para sugestões entre em contato: jeanmarangoni@gmail.com