in

Monique escreve carta à família, traz revelações e dispara contra Jairinho: ‘Ruim, doente e psicopata’

Monique e Jairinho estão detidos há quase um mês em unidades prisionais do Rio.

R7

A prisão temporária de Monique Medeiros e Jairo Souza Santos Júnior, o Dr. Jairinho tem vencimento no próximo final de semana. Enquanto isso, a Polícia Civil pretende entregar toda a documentação do inquérito ao Ministério Público do Rio nos próximos dias, para tentar a manutenção da detenção do casal.

Publicidade

Neste domingo (02), o programa Fantástico, da TV Globo, trouxe com exclusividade trechos de uma carta escrita por Monique à família. No relato, a mãe de Henry traz algumas revelações sobre o perfil de Jairinho, e dispara críticas fortes ao parlamentar, chamando-o inclusive de “ruim, doente e psicopata”.

Segundo Monique, ela não acreditou em Henry: “Meu filho dizia que ele era um homem mau. E eu não acreditei.” A professora ainda define o seu atual companheiro antes da prisão como “é um homem ruim, doente e psicopata. É triste, mas é verdade. Ele nos convence do contrário”, completou Monique.

Publicidade

Versão inventada

Ainda na carta obtida pelo Fantástico, Monique disse que o advogado André França Barreto, profissional contratado por Jairinho e família na defesa do caso cobrou R$ 2 milhões para representar o casal, e só aceitou defendê-los no inquérito se ambos apresentassem uma mesma versão dos fatos, segundo ela uma “versão inventada”. Monique disse ter percebido que esta versão só ajudaria Jairinho.

Publicidade

Uma semana após a detenção do casal, Barreto abandonou o caso Henry uma vez que a mãe de Henry optou por dividir a defesa e ser representada por outros advogados. Agora, a professora está sendo representada por um trio de profissionais, que desde que assumiram a representação dela buscam o direito de uma nova oitiva da cliente. Contudo, o inquérito tem grandes possibilidades de ser encerrado sem este depoimento.

Publicidade

Publicidade