in

Em nova carta, Monique diz que Jairinho era viciado em relações íntimas e que a enforcava durante o ato

A professora e o vereador estão encarcerados desde o último dia 8 de abril.

UOL/Montagem

O caso Henry tem sido um dos mais comentados do país nas últimas semanas. A criança, de apenas quatro anos de idade, perdeu a vida após sofrer diversas lesões, que, de acordo com o que afirmam as investigações, foram provocadas por agressão.

Publicidade

A mãe do menino, a professora Monique Medeiros da Costa e Silva, está detida a quase um mês. Ela vem mantendo contato com o mundo fora da prisão através de cartas que escreve a mão e envia pelos advogados que a defendem.

Na carta mais recentemente divulgada, Monique chocou ao contar detalhes a respeito de sua supostamente conturbada relação com o padrasto de Henry, com quem vivia em um apartamento do Rio desde o fim do ano passado. 

Publicidade

Monique contou que o companheiro era viciado em relações íntimas e a enforcava durante os atos: “Jairinho me disse até que, antes de me conhecer, ele não beijava de língua nem fazia sex* oral. Nem gostava muito de trans*r. Depois que começou a namorar comigo, começou a gostar muito e queria trans*r ilimitadamente”, disse a professora, em um trecho da carta.

Publicidade

Ainda segundo a mãe de Henry, os momentos íntimos se comparavam a um ritual: “Ele sempre por cima e, na maioria das vezes, me enforcando — mas sem me machucar, era só fetiche da cabeça dele!”, relata Monique.

Publicidade

Também na carta divulgada no último domingo (02/05), pelo Fantástico, Monique disse que o filho reclamava do padrasto. A professora caracterizou o vereador, que foi expulso do partido Solidariedade, como um homem psicopata e doentio.

Jairinho está preso em Bangu 8 sob prisão preventiva. Ele deve ser indiciado por homicídio duplamente qualificado com emprego de tortura pela morte de Henry Borel.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.