in

Caso Henry: revelado o valor que o advogado teria cobrado para defender Jairinho e Monique e cifras impactam

André França Barreto defendeu Jairinho e Monique nas primeiras semanas do caso.

JOSÉ LUCENA/REPRODUÇÃO/ MONTAGEM: HIGOR MENDES

A Polícia Civil pretende concluir até a próxima semana o inquérito que apura a morte do menino Henry Borel de Almeida, de 4 anos. Na última sexta-feira (30), os investigadores receberam os últimos laudos restantes para fechar o caso.

Publicidade

Neste domingo (02), o programa Fantástico, da TV Globo, exibiu uma reportagem com novos desdobramentos do caso e revelações apontadas em cartas escritas por Monique Medeiros, mãe do menino. 

Versão inventada

Em um texto escrito à mão, a professora trouxe detalhes sobre a postura armada no início para defender ela e o companheiro Jairinho. De acordo com Monique, o advogado André França Barreto, contratado para representá-los só aceitou o caso se ela e o parlamentar se unissem em uma defesa única e combinassem uma “versão inventada” sobre os fatos. 

Publicidade

Ainda no relato, a professora disse que foi informada pelos familiares de Jairinho que André França Barreto cobrou R$ 2 milhões para representar o caso no inquérito que apura a morte de Henry.

Publicidade

“Foi quando a família dele disse que aquela seria a única versão! Que o Dr. André era um excelente criminalista, que ele teria cobrado 2 milhões de reais pelo casal (mas que só depois percebi que a defesa era apenas do Jairinho)”, disse Monique no trecho revelado pelo Fantástico.

Publicidade

O advogado André França abandonou o caso logo após os familiares de Monique decidirem que a professora seria representada de forma separada de Jairinho. O profissional ficou com a defesa do parlamentar, mas dois dias depois entregou o cargo.

Monique e Jairinho estão cumprindo prisão temporária até a próxima semana. Ambos foram detidos por atrapalhar as autoridades nas investigações do caso que chocou o país. O casal pode ser autuado por homicídio qualificado.

Publicidade
Publicidade
Publicidade