in

Vacinação: uma das maiores capitais do Brasil suspende a aplicação da segunda dose da CoronaVac

A medida foi anunciada pelo prefeito neste sábado (1) e é valida por dez dias.

G1

Nesta sábado (1), a capital do estado do Rio de Janeiro anunciou a suspensão da aplicação da segunda dose da CoronaVac, um dos principais imunizantes contra a Covid-19 administrados no Brasil. O motivo: a entrega das doses necessárias para prosseguir com a ação não aconteceu. A suspensão, por enquanto, tem validade de 10 dias

Publicidade

Em nota, a prefeitura afirmou que até o momento a cidade do Rio de Janeiro manteve a vacinação da população utilizando a reserva técnica, porém, tal estoque teria chegado afim antes que uma nova remessa fosse direcionada à capital carioca, como já teria ocorrido em outros municípios e estados.

Segundo cronograma estipulado pelo Ministério da Saúde, não há possibilidade do retorno da vacinação na cidade antes do prazo estipulado pela prefeitura, uma vez que a pasta da Saúde não possui reposição da CoronaVac em quantidade suficiente para que isso aconteça.

Publicidade

Por enquanto, se mantém a administração dos imunizantes restantes apenas para acamados e idosos acima de 70 anos de idade que já foram submetidos à primeira dose no município. Ao longo da semana, outros municípios fluminenses já haviam adotado a mesma medida e interrompido a aplicação da segunda dose.

Publicidade

Enquanto a prefeitura aguarda por novos lotes da CoronaVac, a aplicação da primeira e segunda dose da vacina de Oxford/Astrazeneca segue normalmente. Inclusive, no início da tarde deste sábado (1), Eduardo Paes, prefeito do Rio de Janeiro, anunciou que a imunização de grupos prioritários com a primeira dose desta vacina será acelerada na cidade.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.