in

Festival religioso em Israel termina com mais de 100 feridos e 44 mortos: ‘Encontramos crianças pequenas pisoteadas’

O festival contava com a presença de mais de 100 mil pessoas, o maior desde que a pandemia foi controlada no país.

G1

Mais de 100 pessoas ficaram feridas e outras 44 morreram durante um tumulto ocorrido em um festival religioso, em Israel, nesta sexta-feira (29) (horário local, noite de quinta-feira (28) no Brasil). Entre as vítimas há algumas crianças.

Publicidade

O evento era a celebração Lag B’Omer, a maior desde que a pandemia do coronavírus foi controlada no país, e contava com mais de 100 mil pessoas, em sua maioria judeus ortodoxos.

De acordo com relatos de pessoas que presenciaram o ocorrido, pessoas teriam caído em uma arquibancada, causando um princípio de tumulto. Na correria, uma multidão teria tentado se evadir do local por uma passagem estreita, culminando em diversas pessoas sendo pisoteadas. 

Publicidade

As autoridades locais abriram uma investigação para apurar com precisão as causas do acidente, que até o momento ainda não estão claras.

Publicidade

“Infelizmente, encontramos crianças pequenas pisoteadas”, afirmou o diretor de um serviço voluntário de ambulância, Eli Beer, a uma rádio local. O diretor ainda acrescentou que as equipes puderam salvar algumas delas.

Publicidade

Já o Magen David Adom, o que seria o equivalente israelense ao que conhecemos como Cruz Vermelha, registrou 150 atendimentos a pessoas feridas. Muitas delas foram encaminhas para hospitais da região.

De acordo com informações divulgadas pelo serviço nacional de ambulâncias, seis pessoas foram resgatadas em estado crítico e outras 18 em estado grave.

As vítimas seguem sendo identificadas. Durante a noite do incidente, os celulares das vítimas, espalhados pelo chão em meio a roupas e outras objetos, tocavam constantemente com familiares em busca de informações.

“Os telefones dos mortos não param de tocar e vemos ‘mãe’ e ‘minha querida esposa’ na tela”, afirmou Motti Bokchin, porta-voz de um serviço de emergência.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.