in

Caso Henry: mensagem enviada por Monique para mãe traz indício importante: ‘Não há quem aguente’

Professora continua cumprindo prisão temporária por atrapalhar nas investigações do caso de morte do próprio filho.

UOL - Montagem

As investigações do caso de morte do menino Henry Borel de Almeida, de 4 anos, estão bem próximas de uma conclusão. Nesta quarta-feira (28), o portal UOL trouxe mais uma revelação importante do inquérito.

Publicidade

Um dia antes de Monique Medeiros e Jairinho irem até à 16ª DP (Barra da Tijuca) para prestarem depoimento aos investigadores, a mãe do menino Henry enviou uma mensagem para a mãe, Rosângela Medeiros, que iria se encontrar novamente com o advogado André França Barreto, que na época defendia o casal em conjunto, por conta das autoridades estarem “fazendo um possível inquérito”.

“Indo de novo pro advogado. Foram 7 horas direto de interrogatório ontem [15 de março]. Fazendo um possível inquérito. Hoje será de novo. E amanhã de novo. Que Deus me ajude. Não há quem aguente”, disse a professora para a avó de Henry no dia 16 de março. 

Publicidade

Essa troca de mensagens foi recuperada nas investigações da Polícia Civil, que após determinação da Justiça, cumpriu o mandado de busca e apreensão dos aparelhos celulares da Monique, Jairinho e familiares. O trecho foi obtido com exclusividade pelo UOL.

Publicidade

Nas conversas recuperadas, Monique indica que, juntamente com o advogado de defesa, simulou questionamentos antes de prestar depoimento à polícia. No dia seguinte à troca de mensagens, ela e o vereador Jairinho tiveram uma oitiva com cerca de 12 horas de duração. 

Publicidade

Prisão temporária

Monique e Jairinho estão detidos desde o dia 8 de abril, por atrapalhar as investigações do caso e ameaçar testemunhas combinando um mesmo tipo de versão favorável a eles. A detenção temporária será encerrada na próxima semana, e a Polícia Civil tem acelerado o processo para encaminhar toda a documentação ao Ministério Público do Rio. 

Enquanto o inquérito entra na sua fase conclusiva, a defesa de Monique segue insistindo para que a cliente preste um novo depoimento. Diagnosticada com Covid-19, a mãe de Henry segue isolada em tratamento. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade