in

Em São Paulo, mais de 2 milhões de testes para Covid-19 se encontram parados

O Tribunal de Contas da União está solicitando explicações do Ministério da Saúde.

Reprodução/Viagens Internacionais

Em São Paulo, mais precisamente em um galpão que está localizado próximo ao Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, se encontram mais de dois milhões de kits destinados à identificação do coronavírus totalmente parados. O G1 informou que os kits são do tipo R-PCR e que possuem curto prazo de validade. Ainda de acordo com o veículo de informações, o Tribunal de Contas da União (TCU) questionou ao Ministério da Saúde qual seria a destinação dos kits de detecção de Covid-19.

Publicidade

O TCU informou que os testes provavelmente perderiam a sua validade entre os meses de maio e junho e cobrou uma rápida distribuição até o dia 28 de abril. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária ainda prorrogou a data de vencimento dos testes em quarto meses para tentar ajudar o Ministério da Saúde, o TCU espera que a pasta dê as devidas explicações até a próxima quarta-feira.

Em sua defesa o Ministério da Saúde informou que um total de 419 mil testes serão distribuídos de forma imediata, contudo, o restante deverá passar por uma análise do Instituto de Controle de Qualidade, e caso sejam aprovados serão distribuídos a estados e municípios. O total de testes que irão esperar por aprovação chega ao número de 1,8 milhão.

Publicidade

O Brasil enfrenta o pior momento da pandemia, o mês de abril é longe o mais letal. A preocupação é que diariamente os casos no Brasil sobem em ritmo acelerado, contudo, a testagem no país ainda é considerada lenta e ineficiente.

Publicidade

O Brasil juntamente com a Índia são considerados os países epicentros da Covid-19. A Índia está passando por um verdadeiro colapso em seu sistema de saúde e muitas pessoas estão morrendo por falta de oxigênio.

Publicidade
Publicidade
Publicidade