in

Monique afirma que Jairinho mandou que ela pedisse divórcio ao pai de Henry e detalhes vêm à tona

A professora e o namorado atualmente encontra-se em uma unidade prisional.

UOL/Montagem

No último domingo (25/04), o Fantástico exibiu na Rede Globo uma matéria a respeito do caso Henry. Uma das novidades foi uma carta escrita por Monique Medeiros Costa e silva, mãe do garoto de quatro anos declarado morto no mês passado

Publicidade

Na carta, divulgada na íntegra pelo portal R7 nesta segunda-feira, Monique contou, entre outras informações, que conheceu Jairinho quando ainda estava casada com o agora ex-marido, o engenheiro Leniel Borel, pai de Henry.

Na época, agosto do ano passado, a professora e o marido estavam passando por uma crise no casamento. Foi então que, após começar a encontrar Jairinho e os dois conversarem, Monique resolveu se separar do engenheiro.

Publicidade

Após pouco tempo de namoro, Jairinho disse que queria que os dois encontrassem um lugar para morarem juntos. Apesar de ter achado muito cedo, a mãe de Henry aceitou o pedido do parlamentar, que hoje é o principal suspeito da morte do menino.

Publicidade

Monique conta que Jairinho lhe deu uma condição para que os dois fossem viver juntos como uma família ao lado de Henry: que ela se divorciasse no papel de Leniel, por quem sempre mostrou sentir muitos ciúmes.

Publicidade

Então eu pedi para Leniel entrar com ação do divórcio e da guarda de Henry e depois dividiríamos nossos bens“, contou a professora. Mas como o processo demorou, Monique conta que Jairinho passou a pressionar: “Ele estava bringando muito comigo. Passei a ter crises de ansiedade“, relatou ainda a mãe de Henry.

Monique também contou que, por causa dos ciúmes de Jairinho, teve que mudar o guarda-roupas para usar roupas mais discretas e parou se postar fotos nas redes sociais.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.