in

Pandemia não impede taxa de homicídios aumentar em cidades de São Paulo

A análise foi realizada após o levantamento de dados do Instituto Sou da Paz.

Divulgação

Mesmo com a pandemia de Covid-19 que vem assolando o Brasil, os números de homicídios em cidades grandes e médias do estado de São Paulo voltou a crescer no ano de 2020. De acordo com dados levantados pelo Instituto Sou da Paz o aumento ocorreu em 48,12% dos municípios que foram utilizados para a realização da coleta dos dados. Mas, apesar do aumento nessas localidades, a taxa em outros grandes polos populacionais continuou estável.

Publicidade

O instituto Sou da Paz utiliza do mecanismo Índice de Explosão à Criminalidade Violenta (IECV), que é aplicado naquelas cidades com a população igual ou superior a 50 mil habitantes. A taxa de homicídios nessas localidades cresceu pela primeira vez durante 7 anos e o que mais espantou foi o crescimento justamente no ano de 2020, pois foi ele que abarcou o início da pandemia e a aplicação de medidas de isolamento social.

Apesar do grande aumento do índice de homicídios em algumas áreas, em outras foi constatada a diminuição dos homicídios, como também a diminuição do latrocínio que é o roubo seguido de morte.

Publicidade

Além do IECV, o Instituto também utilizou das informações fornecidas pelos Departamentos de Polícia do Interior (Deinter). De acordo com o Instituto Sou da Paz, a alta mais acentuada ocorreu no Deinter 4, que fica localizado na cidade de Bauru, o número de casos de homicídios na região sofreu um aumento de 28,5%. Por esse aumento repentino nos casos, o governo de São Paulo começou a ser pressionado para realizar uma análise rígida e verificar os motivos dos homicídios.

Publicidade

Apesar das críticas, o secretário executivo da Polícia Militar de São Paulo, o coronel Alvaro Batista Camilo declarou que o estado vem se esforçando para aumentar a segurança nas áreas consideradas de risco.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade