in

Mãe grávida com Covid antecipa parto e morre logo depois

A auxiliar de dentista Lílian Gonçalves deu à luz aos sete meses de gestação e faleceu.

Arquivo pessoal

Uma mãe grávida que havia contraído o vírus da Covid-19 tomou uma decisão desesperada para salvar a vida do próprio filho. O caso aconteceu na cidade de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Após passar 24 dias internada lutando contra a infecção do coronavírus, a auxiliar de dentista Lílian Gonçalves faleceu no começo de abril deste ano. A história foi contada por familiares após seu sepultamento.

Publicidade

De acordo com o site Campo Grande News, que faz a cobertura local das notícias sobre a pandemia de Covid-19, Lílian precisou fazer um parto de emergência para salvar o próprio filho. Caso o bebê permanecesse dentro dela, haveria risco de morte de ambos.

Atitude heroica para salvar o filho

Mesmo acamada, Lílian não desistiu de lutar contra a Covid e teve que fazer uma dura escolha. A criança, o pequeno Arthur, nasceu saudável. Lílian estava apenas com sete meses de gestação e o parto prematuro é sempre um risco de vida para o bebê.

Publicidade

Após dar à luz para Arthur, a mãe precisou ir direto para a intubação e não chegou a ver o filho de perto. A luta de Lílian persistiu por mais alguns dias, quando foi confirmado o seu óbito.

Publicidade

Durante o tratamento com o tubo, fungos chegaram a se alojar no pulmão de Lílian, conforme conta uma amiga da família. Ainda no hospital, ela passou por procedimentos como traqueostomia com antibióticos para controlar infecções causadas pela Covid.

Publicidade

Quadro de Covid piorou rapidamente

Lílian testou positivo depois de apresentar falta de ar, dor nas costas e tosse. A internação não demorou muito. Com o avançar da doença, a mãe passou mal e o parto precisou ser uma escolha difícil, que foi assumida de prontidão.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Tadeu Goulart

Assuntos chocantes, novidades da televisão, famosos e política: tudo você encontra aqui.