in

Morre menina de 6 anos que foi agredida em casa; madrasta já havia batido até na avó de 86 anos

A criança morreu na madrugada deste sábado (24); ele foi agredida pela mãe e pela madrasta.

Reprodução Globo / Carta Capital

Morreu na madrugada deste sábado (24), a pequena Ketelen Vitória Oliveira da Rocha, de seis anos. A menina foi agredida na semana passada, entre sexta-feira e domingo, pela mãe, Gilmara Oliveira de Farias, de 27 anos, e pela madrasta, Brena Luane Barbosa Nunes, de 25.

Publicidade

Tudo teria começado depois que a criança derramou um copo de leite na casa, na noite do dia 16. A menina começou a ser agredida até com fio de TV a cabo e foi jogada de um barranco de cerca de sete metros. Em seguida, a mãe a levou para dentro de casa.

No local, a menina continuou a apanhar. A mãe de Brena, Rosângela Nunes, contou que não prestou socorro por medo da filha. Brena já teria batido na mãe e até na avó, de 86 anos, em outras ocasiões. Uma vizinha falou sobre as agressões ao jornal Extra.

Publicidade

A própria mãe dela foi na minha casa duas vezes pedir socorro porque tinha sido agredida pela filha. Brena jogou uma televisão na cabeça da própria mãe (…) Brena bateu até na própria avó, de 86 anos“, afirmou Roberta Rodrigues de Oliveira.

Publicidade

Criança morreu em hospital particular

Na segunda-feira, a menina de seis anos foi encaminhada ao Hospital Municipal de Porto Real, sul do estado do Rio de Janeiro. Logo depois, em estado grave, ela foi transferida para um hospital particular e recebia atendimento médico. Nas últimas horas o estado dela se agravou.

Publicidade

Por volta das 3h30, a menina sofreu uma paradacardiorrespiratória e não resistiu. Ketelen é mais uma criança vítima da violência no Brasil. Denuncie violência contra crianças no disque 100 (Direitos Humanos) ou no 190 (Polícia Militar).

Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!