in

Pela primeira vez desde novembro de 2020, Brasil registra tendência de queda no número de mortes pela Covid-19

O balanço desta sexta-feira (23) registrou variação negativa nas médias móveis de mortes e de casos confirmados.

Prefeitura de Cuiabá

Nesta sexta-feira (23), o Brasil registrou 2.855 óbitos relacionados a complicações da Covid-19, totalizando 386.623 mortes desde o início da pandemia no país. Com os novos dados, a média móvel de vidas perdidas nos últimos sete dias se estabeleceu em 2.514. Comparada à média registrada nos últimos 14 dias, a variação indicou tendência de queda nas mortes com menos 17%.

Publicidade

O registro representa a maior queda nos dados a respeito dos óbitos desde 11 de novembro de 2020, quando a variação foi de menos 27%. Desde o dia 12 de novembro 2020, esta é a primeira vez que o indicador estatístico mostra uma tendência de queda.

Os dados fazem parte do novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa que avalia a situação, em números, da pandemia da Covid-19 no Brasil. As informações são consolidadas diariamente, às 20h, e todo o balanço é realizado com base em dados disponibilizados por secretarias estaduais de Saúde de todo o Brasil.

Publicidade

Ao todo, com base nas últimas informações, o Brasil segue há 93 dias consecutivos com registros da média móvel de mortes acima da marca de mil e 38 dias acima de dois mil mortos ao dia.

Publicidade

Em relação ao número de diagnósticos positivos para a doença, o país registrou, desde o inicio da pandemia até às 20h desta sexta-feira (23), 14.238.110 casos de brasileiros que já foram ou ainda estão infectados pelo novo coronavírus. Destes, 65.971 foram registrados somente nas últimas 24 horas.

Publicidade

A média móvel de casos confirmados nos últimos sete dias se estabeleceu em 57.681 ao dia, representando uma variação de menos 18% em relação aos dados de 14 dias atrás, indicando tendência de queda, também, no número de diagnósticos da doença.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.