in

Mãe lamenta perda do filho de apenas 22 anos por Covid-19: ‘Era um menino puro de coração’

A mãe mostrou as últimas conversas que teve com o filho através do aplicativo de mensagens.

G1

Um rapaz de apenas 22 anos de idade se tornou mais uma das vítimas da Covid-19. Ele integra a triste lista de mais de 1,5 mil pacientes que perderam a vida para o coronavírus na cidade de Sorocaba, interior do estado de São Paulo. O jovem João Vitor Guido da Silva morreu neste último sábado, 17 de abril, em um hospital particular do município.

Publicidade

Em uma reportagem concedida ao portal de notícias G1, a mãe do rapaz disse que o filho sempre foi uma pessoa muito humilde, boa e carinhosa. “Ele era um menino que cativava todo mundo. Por onde ele passava, cativava a todos pela simplicidade, pela humildade. Era um menino puro de coração, não tinha maldade”, desabafou Rogeria Guido, mãe de João Vitor.

Ela disse ainda que o filho fazia caminhada todas as manhãs com ela e somente descobriu a doença quando não conseguiu completar o circuito. Ao se deparar com o rapaz com febre, ela resolveu levá-la até uma UPA – Unidade de Pronto Atendimento. Rogeria contou que o filho foi liberado sem passar por qualquer tipo de exame e somente recebeu a prescrição de um antialérgico.

Publicidade

Após acordar com a unha da mão roxa, a mãe resolveu pagar por uma consulta particular e,ao fazer a tomografia, ficou constatado que 25% do pulmão já estava comprometido. O teste de Covid também foi realizado e o resultado foi positivo. O primeiro a se infectar da família foi o pai de João Vitor e na sequencia o jovem acabou contraindo o vírus, apesar de todos os cuidados.

Publicidade

Publicidade

No começo, o jovem se trataria em casa, mas a situação se agravou e foi necessário ser internado. Quando voltou ao hospital a saturação estava baixa e os pulmões estavam mais de 50% comprometidos, sendo necessária uma vaga na UTI – Unidade de Terapia Intensiva, porém o hospital não tinha vaga.

As últimas conversas com o filho mostram que a mãe tentava acalmar o rapaz, porém ficava claro o quanto ele queria ir embora para casa. No entanto, após sofrer complicações, João Vitor acabou não resistindo.

Publicidade

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.