in

Beijo na boca: conheça 3 consequências boas e ruins do beijo para a saúde oral

O dia do beijo foi celebrado durante a semana, então confira algumas curiosidades sobre esse carinho trocado entre casais.

Noticias ao MInuto

No começo da semana foi celebrado um dia muito especial, o Dia do Beijo. Os beijoqueiros de plantão devem ficar atentos com a informação desse artigo. Beijar é algo muito bom, principalmente para os apaixonados, pois essa é uma forma de carinho entre os casais.

Publicidade

A data foi celebrada nesta última quarta-feira, 21 de abril. No entanto, o que muita gente não conhece sãos os benefícios e também os malefícios de beijar. Pois então, beijar pode ser algo muito bom, mas vai ter os prós e os contras. Pode parecer um ato inocente, mas pode sim provocar alguns probleminhas que a maioria das pessoas sequer pensa quando está beijando alguém.

Mas, será que alguém lembra que doenças podem ser transmitidas nesse ato? Este artigo vai elencar três consequências boas e ruins de um beijo na saúde bucal de uma pessoa.

Publicidade

Risco de transmissão de doenças

Essa é uma consequência nada boa, mas pode, sim, acontecer durante um beijo. É importante ressaltar que na boca moram cerca de 800 bactérias e um simples beijo pode transmitir esses bichinhos para o parceiro. A chamada doença do beijinho é uma das mais conhecidas, mas também existe a herpes, cáries, doença de gengiva e até outros tipos de infecções.

Publicidade

Aumento das defesas naturais

É fato que durante o beijo centenas de bactérias são compartilhadas entre o casal. Contudo, é preciso ressalta que nem todas elas são ruins. Um beijo também pode auxiliar elevando as defesas naturais do corpo. Os casais que estão juntos por algum tempo vão possuir microrganismos parecidos e estarão imunes ao mesmo tipo de infecções.

Publicidade

Ajuda da limpeza dos dentes

Esse é um dos motivos principais que incentivam as pessoas a ter uma higiene bucal melhor, já que isso vai garantir um bom hálito. No entanto, também ajuda a estimular as glândulas salivares e como consequência eleva a salivação que é um detergente natural da boca.

Publicidade

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.