in

Menina de 6 anos que foi espancada pela madrasta pode ficar em estado vegetativo; caso gera revolta

Criança de 6 anos deu entrada em hospital do interior do Rio na última segunda-feira (19).

Elza Fiuza - Agência Brasil

Um caso tem gerado grande revolta na cidade de Porto Real, no Rio de Janeiro. Uma criança de 6 anos foi espancada pela madrasta na última semana e se encontra em estado gravíssimo. A mãe a companheira dela foram presas suspeitas de agressões e torturas contra a menina. 

Publicidade

A decisão da prisão preventiva das duas mulheres foi oficializada nesta quarta-feira (21), pelo juiz Marco Aurélio da Silva Adania. Segundo o magistrado as agressões em que a criança era vítima pode deixá-la em estado vegetativo. 

“A criança vinha sendo privada de alimentação há meses e, por conta das agressões sofridas, encontra-se internada em estado grave, apresentando hemorragia intracraniana inoperável e sério risco de vir a óbito ou permanecer em estado vegetativo”, afirmou o juiz Marco Aurélio.

Publicidade

Detalhes revelados

Ainda segundo o magistrado, as agressões contra a menina começaram na última sexta-feira (16), e duraram ao menos 48 horas. A criança de apenas seis anos foi vítima de “socos e chutes por diversas vezes”, chegando a ser arremessada contra parede e um barranco de quase 10 metros, além de ter sido chicoteada com cabo de televisão. 

Publicidade

O juiz, por fim, ainda destacou que a madrasta tem uma passagem na polícia por já ter agredido a própria mãe. 

Publicidade

A menina, que não teve a identidade revelada, para ser preservada, deu entrada no Hospital Municipal São Francisco de Assis, em Porto Real, na última segunda-feira (19), em estado grave, sendo socorrida pela mãe da madrasta. 

O caso brutal foi registrado na 100ª DP. A madrasta foi presa em flagrante pelo crime de tortura. A mãe da criança, que chegou a omitir e até participar das agressões contra a própria filha também responderá pelo mesmo tipo de crime. Moradores do município de Porto Real ficaram perplexos com a ocorrência. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade