in

Mensagens encontradas em celular mostram mãe de Henry desabafando para Jairinho

A mulher e o companheiro foram presos em Bangu por atrapalharem as investigações.

UOL/Montagem

As investigações da morte de Henry Borel Medeiros devem resultar no indiciamento de sua mãe, a professora Monique Medeiros da Costa e Silva, e do padrasto, o médico e vereador Jairo Souza Santos Júnior, conhecido como Dr. Jairinho.

Publicidade

As autoridades informaram que o inquérito deve ser finalizado ainda nesta sexta-feira (23/04), após semanas de investigação. Jairinho é o principal suspeito da morre do menino Henry, com quem morava em um condomínio do Rio.

Antes da prisão de Monique e Jairinho, que aconteceu no último dia 8 deste mês, a polícia apreendeu celulares dos envolvidos. Através de um software israelense, as autoridades conseguiram recuperar as mensagens que foram apagadas.

Publicidade

Em uma das conversas que Monique teve com o companheiro, a professora revela que vinha recebendo muitas mensagens negativas por parte de alguns internautas em suas páginas nas redes sociais. A mãe de Henry expôs ao vereador as postagens.

Publicidade

Nem homem, nem mulher traz letreiro na testa. Antes de se unirem a alguém, deixe claro que seus filhos são prioridades e nunca os deixem sozinhos com as pessoas que vocês estão se relacionando. Às vezes é necessário abrir mão de nossa felicidade para a felicidade dos pequenos. Eles não pediram para vir ao mundo“, disse uma das mensagens escritas por um internauta na rede social de Monique, que enviou o comentário para Jairinho.

Publicidade

A mãe de Henry se disse “embrulhada” com as mensagens que vinha recebendo a seu respeito por parte de usuários das redes. A professora está detida em Niterói, mas precisou ser internada nesta semana após diagnóstico positivo para o coronavírus.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.