in

Idoso desaparece e dois dias depois família se depara com outra pessoa morando em sua residência

A família registrou boletim de ocorrência e o caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

G1

Um agente de saúde de 67 anos, identificado como David Soares de Abreu, desapareceu há cerca de um mês em Mongaguá, São Paulo. Na última vez em que foi visto ele estava na residência em que morava, no entanto, apenas dois dias após o seu desaparecimento a família se deparou com outra pessoa residindo no local.

Publicidade

Em entrevista ao portal de notícias G1, Livia Abreu, filha de David, disse que seu último contato com o pai aconteceu via telefone no dia 19 de março. Neste mesmo dia, durante a noite, seu irmão esteve na residência com ele e ambos conversaram por algumas horas.

De acordo com ela, grande parte do assunto tratado entre os dois foi a respeito do interesse de seu pai em vender o imóvel onde morava há sete anos. Na conversa, ele teria dito ao filho sobre sua vontade de mora na cidade de São Paulo, onde ficaria mais próximo de sua família, porém, ainda não havia encontrado alguém disposto a pagar a quantia que ele desejava pelo imóvel.

Publicidade

Logo no dia seguinte, toda e qualquer tentativa de contato com o agente de saúde não foi bem sucedida. Dois dias depois, um parente resolveu ir até a casa de David para descartar qualquer possibilidade de que o mesmo pudesse ter tido problemas de saúde enquanto estava sozinho, uma vez que ele já teria sofrido um AVC no passado.

Publicidade

Ao chegar no local, para a surpresa da família, outra pessoa estava morando na casa. “Os móveis dele estavam lá, sendo jogados no lixo. Os óculos que ele sempre usava, inclusive, também foram jogados fora”, contou a filha. 

Publicidade

Aos parentes, a nova moradora disse ter comprado o imóvel de David pela metade do valor que ele teria dito ao filho. A venda da casa foi confirmada pelos familiares através de um cartório, porém, a data da negociação causou estranheza.

“Ela dizia que foi vendida no dia 19. Neste dia, ele nos falou que ainda não tinha encontrado ninguém para comprar“, disse Lívia.

A filha afirmou que já buscou por seu pai em unidades de saúde da região, nas delegacias e até mesmo no Instituto Médico Legal, porém, não encontrou qualquer pista do paradeiro de David.

A família registrou um boletim de ocorrência por conta do desaparecimento e a Polícia Civil assumiu as investigações do caso.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.