in

Caso Heloísa: morte de bebê em piscina tem reviravolta; laudo do IML descarta afogamento

Família quer saber o que aconteceu com a menina de 1 ano e 2 meses; ela morreu no mês passado.

Reprodução Record TV

A morte da pequena Heloisa, de apenas 1 ano e 2 meses, foi reportada pelo i7news em março. Naquele momento, o que se tinha de notícia é que Heloisa foi encontrada morta dentro da piscina da casa onde morava com a mãe, menor de idade, e com a avó, em Juquitiba, interior de São Paulo.

Publicidade

Na versão dada pela mãe, ela se ausentou do quintal por alguns instantes. Quando voltou, Heloisa estava caída dentro da piscina. O programa Cidade Alerta, da RecordTV, acompanha os desdobramentos do caso e o laudo divulgado pelo Instituto Médico Legal (IML) chamou a atenção.

De acordo com o documento, a menina de 1 ano e 2 meses não morreu por afogamento. Ela sofreu uma lesão na médula que a levou a morte, segundo o exame realizado pelo IML. A divulgação do resultado do laudo ocasionou uma guerra de versões na família.

Publicidade

O advogado André Devitte, que representa a mãe e a avó materna de Heloisa, acredita que a menina tenha se acidentado, sofreu a lesão na médula e caiu na piscina em seguida. Já o advogado da avó materno de Helô, Felipe dos Santos Camargo, afirmou ao Cidade Alerta que a família duvida da versão de acidente.

Publicidade

“Realmente aconteceu alguma coisa que está sendo escondida. Não relatou ainda para gente o que aconteceu naquela casa com aquela criança”, afirmou Edson Nascimento, avó de Heloisa. Ele vai contra a filha neste caso e afirmou com todas as letras que acha ela está mentindo. Um inquérito policial foi aberto e a investigação continua em andamento para apurar o que realmente aconteceu.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!