in

CPI da Covid: Renan Calheiros entra como relator após tentativas do governo para impedir seu nome

Senador já adiantou seu posicionamento ao falar de Bolsonaro: ‘errou e de omitiu’.

O Globo

A semana promete ser bastante agitada nos bastidores políticos com o desenho que começa a sair do papel acerca da CPI da Covid. O governo bem que tentou evitar, mas a relatoria da CPI terminou mesmo nas mãos do senador Renan Calheiros (MDB-AL). Já a presidência da comissão que vai investigar o caso ficou a cargo de Omar Aziz (PSD-AM). Para o governo federal, Aziz não é visto como um problema, uma vez que vem adotando posturas independentes em âmbito político. Entretanto, Renan Calheiros é visto como um grande problema, uma vez que já se manifestou contrário ao presidente Jair Bolsonaro durante o enfrentamento contra a pandemia. 

Publicidade

Apesar do cenário já ter se configurado nos bastidores, os nomes serão oficializados apenas quando for instalada a CPI. E não deve demorar. De acordo com o presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), essa oficialização deve ocorrer depois do dia 21, feriado de Tiradentes, quando os integrantes da comissão também decidirão se ela vai funcionar de forma remota, híbrida ou presencial. 

A relatoria é alvo de grande preocupação pelo governo e seus aliados. Isso porque, recentemente, Renan Calheiros criticou ao longo de algumas entrevistas a gestão de Bolsonaro no combate à pandemia. Segundo Renan, a gestão vem sendo “horrível”.

Publicidade

Ainda conforme o senador, Bolsonaro agiu com atitudes de omissão e relativização do grave problema sanitário que assola o país e o restante do mundo. Renan ainda criticou a atitude de Bolsonaro ao prescrever remédios sem a menor comprovação científica, além de incentivar aglomerações – algumas até participando presencialmente – sem esquecer que Bolsonaro também deixou claro seus posicionamentos contra o uso de máscaras e vem enganando a população com tratamentos preventivos ineficazes. Ainda segundo o senador, as atitudes do presidente da república somam consequências que o Brasil está pagando agora através de inúmeras mortes.

Publicidade

Sobre o conteúdo e as abordagens da CPI da Covid, Renan também já adiantou que o ex-ministro da saúde, Eduardo Pazuello, deve ser um dos alvos da investigação. Renan foi, inclusive, enfático ao falar sobre o ex-ministro: “Com todo o respeito, estou há muito tempo em Brasília e nunca convivi com um ministro tão medíocre quanto Pazuello”, disse à imprensa.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Alessandro Lo-Bianco

Passou pelas redações da BandNews, Editora Abril, Jornal O Dia, Rádio CBN, Jornal O Globo e RecordTV. Autor de 11 livros, é atualmente colunista do programa A Tarde é Sua da Rede TV! Tem nove prêmios de Jornalismo, dois cachorros e é pai de menina.
Instagram: @AlessandroLoBianco