in

Caso Henry: Monique faz revelação contra Jairinho e promete contar verdade sobre morte do menino

A professora está presa deste o último dia 8, quando foi detida em Bangu.

UOL

A professora Monique Medeiros da Costa e Silva está presa. Ela foi detida após a Justiça acreditar que poderia estar atrapalhando o andamento das investigações sobre o caso do menino Henry Borel Medeiros, seu filho, de quatro anos.

Publicidade

Henry foi declarado morto na madrugada do dia 8 de março deste ano. Em seu corpo, foram encontradas lesões condizentes com as de uma agressão. A polícia passou a investigar Dr. Jairinho, namorado de Monique, como principal suspeito da morte da criança.

Agora, Jairinho e Monique estão presos. Eles foram detidos no dia 8 deste mês em Bangu. Pouco depois da prisão, o casal decidiu separar sua defesa. O novo escritório que defende a professora se manifestou recentemente e deu novas declarações.

Publicidade

Os advogados de Monique disseram que a cliente também vinha sofrendo agressões por parte de Jairinho. A defesa da professora pediu à Justiça que ela dê novo depoimento para contar toda a verdade acerca do caso.

Publicidade

As autoridades do Rio de Janeiro ainda estão avaliando a possibilidade de um segundo depoimento, mas acreditam que já têm provas suficientes contra o casal. “O delegado Henrique (Damasceno) vai analisar se é necessário ou não uma nova oitiva da Monique para poder apresentar seu relatório final. Isso vai ser decidido provavelmente na semana que vem“, afirmou o delegado Antenor Lopes.

Publicidade

Monique está presa em Niterói, onde tem ficado afastada das outras detentas. Ela solicitou mudança de presídio, mas o pedido ainda está sendo analisado pela Justiça do Rio de Janeiro.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.