in

Caso Henry: Monique faz revelação contra Jairinho e promete contar verdade sobre morte do menino

A professora está presa deste o último dia 8, quando foi detida em Bangu.

UOL

A professora Monique Medeiros da Costa e Silva está presa. Ela foi detida após a Justiça acreditar que poderia estar atrapalhando o andamento das investigações sobre o caso do menino Henry Borel Medeiros, seu filho, de quatro anos.

Publicidade

Henry foi declarado morto na madrugada do dia 8 de março deste ano. Em seu corpo, foram encontradas lesões condizentes com as de uma agressão. A polícia passou a investigar Dr. Jairinho, namorado de Monique, como principal suspeito da morte da criança.

Agora, Jairinho e Monique estão presos. Eles foram detidos no dia 8 deste mês em Bangu. Pouco depois da prisão, o casal decidiu separar sua defesa. O novo escritório que defende a professora se manifestou recentemente e deu novas declarações.

Publicidade

Os advogados de Monique disseram que a cliente também vinha sofrendo agressões por parte de Jairinho. A defesa da professora pediu à Justiça que ela dê novo depoimento para contar toda a verdade acerca do caso.

Publicidade

As autoridades do Rio de Janeiro ainda estão avaliando a possibilidade de um segundo depoimento, mas acreditam que já têm provas suficientes contra o casal. “O delegado Henrique (Damasceno) vai analisar se é necessário ou não uma nova oitiva da Monique para poder apresentar seu relatório final. Isso vai ser decidido provavelmente na semana que vem“, afirmou o delegado Antenor Lopes.

Publicidade

Monique está presa em Niterói, onde tem ficado afastada das outras detentas. Ela solicitou mudança de presídio, mas o pedido ainda está sendo analisado pela Justiça do Rio de Janeiro.

Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.