in

Caso Henry: câmera é encontrada no quarto do menino; pai confirma atitude da mãe para flagrar Jairinho

Menino de 4 anos morreu no dia 8 de março, horas depois de ser deixado com mãe em um condomínio no Rio.

UOL - R7 - Montagem

As investigações do caso de morte do menino Henry Borel segue ganhando novos desdobramentos. Nesta sexta-feira (16), veio à tona a informação de que os peritos encontraram uma câmera espiã no cômodo em que o garoto dormia. 

Publicidade

O objeto teria sido comprado pela mãe da criança, com a intenção de flagrar supostas agressões do companheiro Jairinho contra o pequeno Henry. Os investigadores encontraram a câmera em uma caixa. Em um primeiro momento, havia a informação de que o equipamento não havia sido utilizado.

Contudo, em entrevista ao RJTV, da TV Globo, o pai da vítima, Leniel Borel, afirmou que a câmera chegou a ser instalada, mas não flagrou nenhum tipo de agressão do parlamentar contra a criança. 

Publicidade

Ainda na entrevista, Leniel disse que a babá Thayná de Oliveira, a avó materna de Henry, Dona Rosângela Medeiros, e a própria Monique “tiveram várias oportunidades” de falar sobre as agressões que o menino era vítima. 

Publicidade

Objeto citado

Em depoimentos já prestados, a iniciativa de Monique em instalar uma câmera foi citada pela babá do menino. No relato à polícia, Thayná disse que a mãe de Henry chegou a pedir ajuda para colocar o plano em ação. 

Publicidade

“Eu vou colocar microcâmera. Me ajuda a achar um lugar. Depois eu tiro”, escreveu Monique

Além disso, a cabeleireira que atendeu Monique no dia 12 de fevereiro, disse que a cliente ficou exaltada com Jairinho após Henry ter feito uma videochamada pedindo que ela retornasse para casa, e questionou se ele a atrapalhava. Monique teria perguntado a funcionária do estabelecimento onde ela poderia encontrar uma câmera espiã no shopping. 

Nesta sexta-feira (16), estava previsto um depoimento de uma ex-namorada de Jairinho, Débora Silveira. A mulher de 34 anos teve um relacionamento de seis anos com o parlamentar, e já revelou ter sido vítima de agressões do vereador, juntamente com o seu filho.

Publicidade