in

Pastor morre após sofrer mal súbito enquanto surfava no ES; família fica desolada: ‘tristeza e dor’

Homem de 53 anos foi socorrido por surfistas que estavam próximos, mas não resistiu.

UOL

Um pastor de 53 anos morreu na manhã da última quinta-feira (15), em uma praia de Guarapari, no Espírito Santo. Bastante querido, Robson Baião, como era conhecido no surfe, também era empresário, sendo dono de uma Clínica de Odontologia. 

Publicidade

Segundo o irmão mais velho da vítima, Abner Rezende, Robson saiu de casa por volta das 8h em um dia “clássico” para o surfe. Em um primeiro instante, ele caminhou pela Praia de Setibão, e posteriormente foi ao mar, quando acabou passando mal. 

Surfistas que estavam próximos ao local fizeram os primeiros socorros. Após todos os protocolos de reanimação, o pastor acabou não resistindo. 

Publicidade

“Nessa mesma praia ele foi campeão de surfe no ES e ficou em 3º lugar em um campeonato brasileiro na década de 80”, desabafou o irmão de Robson, em entrevista ao portal UOL.

Publicidade

Natural do Rio de Janeiro, Robson sempre se destacou no surfe amador. Tanto protagonismo, que ele fundou e se tornou professor Seminário Surfistas de Cristo, onde pôde ajudar diversos jovens e crianças. 

Publicidade

Casado, o pastor de 53 anos deixa a esposa, Eliane Rezende, duas filhas e um neto. Em um próprio relato que fez recentemente em suas redes sociais, Robson lembrou da superação que teve há cinco anos, quando apresentou problemas no coração.

Homenagens

Nas redes sociais, diversos amigos e alunos de Robson prestaram homenagens e se solidarizaram com os familiares da vítima. 

“Que Deus conforte a família, os amigos, funcionários e suas ovelhas neste momento de tristeza e dor. Sr Robson foi um homem acima de tudo fiel a Deus e deixa um grande legado”, disse uma publicação feita por familiares na página oficial da Clínica Odontológica SDC, que Robson era proprietário.

Publicidade