in

Jovem morre após ter 80% do corpo queimado em explosão de churrasqueira

O empresário teve atendimento rápido e chegou a passar por cirurgia, mas não resistiu aos ferimentos.

Reprodução/Facebook Maurício Colombini

Maurício Colombini, empresário de 29 anos, morreu após tentar acender uma churrasqueira com álcool e ter 80% do seu corpo queimado após a explosão da mesma, em Eldorado, interior de São Paulo. O rapaz ficou internado menos de uma semana e veio a óbito.

Publicidade

Segundo a Polícia Civil, Maurício deu entrada no Hospital Geral Vila Penteado, na capital de São Paulo, com queimaduras de 2º e 3º grau em cerca de 80% de seu corpo, porém, não resistiu e, após cinco dias, faleceu na madrugada desta quinta-feira (15). A ocorrência foi registrada no 13º Distrito Policial de São Paulo como morte suspeita ou acidental.

Segundo Weliton Bacil, amigo do empresário, ele estaria em uma fazenda em Eldorado com outros dois amigos, quando a explosão aconteceu, no sábado (10). Bacil diz que chegou a ser convidado, porém, acabou desistindo de ir ao encontro dos amigos.

Publicidade

Bacil afirma ter sido avisado sobre o acidente por amigos em comum com Maurício. De acordo com as informações dos colegas, a vítima tentava acender uma churrasqueira e no momento em que despejou o álcool aconteceu uma explosão.

Publicidade

“Eu sempre mandava ele ter cuidado. Ele levou álcool e foi acender, quando virou, tudo explodiu”, conta o amigo.

Publicidade

Os colegas que estavam no local com Maurício o levaram às pressas ao Pronto Socorro, de onde o jovem foi transferido para o Hospital Regional Dr. Leopoldo, com o auxílio de uma ambulância.

O rapaz chegou a passar por uma cirurgia antes de ser transferido para o hospital da capital, porém, apesar do socorro rápido e dos cuidados da equipe de saúde, o empresário não resistiu e morreu.

Publicidade

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.