in

Caso Henry: imagens da câmera de segurança mostram o que Jairinho fez dentro da prisão

O vereador foi detido em Bangu com a namorada há pouco mais de uma semana.

O Globo

No último dia 8, o vereador Jairo Souza Santos Júnior foi preso. Ele é um dos investigados pelo morte do menino Henry Borel Medeiros, declarado morto em um hospital da Barra da Tijuca no dia 8 de março deste ano, após sofrer várias lesões pelo corpo.

Publicidade

Jairinho, como é chamado popularmente o vereador, foi levado, antes de ir para sua atual prisão, para a Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica. Sua namorada e mãe de Henry, Monique Medeiros, também foi para a unidade.

Após a prisão, alguns agentes, que não quiseram ter os nomes revelados, afirmaram que o diretor do presídio teria dado regalias ao casal, como lanche especial e até mesmo direto a despedida com beijos e abraços na saída.

Publicidade

Os agentes ainda disseram que o diretor, que até então era Ricardo Larrubia da Gama, chegou a mandar comprar pão e refrigerante para dar a Monique e Jairinho. A professora também está sendo acusada na morte do filho.

Publicidade

Nesta semana, as imagens de Jairinho no presídio mostram o vereador, atualmente sem partido, comendo um sanduíche dado pelo diretor da cadeia. No vídeo, gravado pelas câmeras de segurança, o parlamentar come parado sentando em um banco da instituição penal por volta das 15h30 do dia em que foi preso.

Publicidade

De acordo com o secretário de administração da prisão, o lanche entregue por pelo diretor a Jairinho é o mesmo que estava sendo servido no dia da filmagem para os outros detentos. O profissional disse que não há indícios de que houve regalias ao vereador. O secretário contou ainda que  nenhum procedimento foi aberto para investigar as denúncias de que o parlamentar tenha tido tratamento privilegiado na prisão.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.