in

Mãe de 25 anos morre com Covid após o parto; marido relata sofrimento: ‘Foi piorando muito rápido’

A mulher estava com 36 semanas de gravidez e foi submetida a uma cesariana devido a saturação baixa.

Crescer/Montagem

Danilo Antunes, de 33 anos, e a companheira Tayna Alves, 25, já estavam morando juntos há três anos quando tiveram a grande surpresa ao descobrir que havia um bebezinho a caminho. O casal só pensava em ter um filho daqui a dois anos. A gestação transcorreu de forma tranquila, porém na reta final o casal acabou contraindo o coronavírus.

Publicidade

Foi nesse momento que a situação ficou dramática na vida do casal. A assistente administrativa lutou bravamente contra a doença, mas acabou morrendo dias após o parto da pequena Maite. Danilo contou durante uma entrevista a Crescer que essa foi a primeira gravidez da esposa e ressaltou que tudo correu bem no começo.

Tayna ficou trabalhando em home office e somente na reta final teve complicações. Além de contrair Covid, a mulher também desenvolveu diabetes gestacional e precisou de acompanhamento. Danilo disse que o sogro e a cunhada também acabaram contraindo o vírus. No começo, eles ficaram bem, porém uma semana depois Tayna começou a apresentar febre alta e foi necessário buscar ajuda no hospital.

Publicidade

Ao chegar à unidade, os médicos constataram que a saturação da gestante estava baixa e optaram por realizar uma cesariana no dia seguinte. Tayna estava na 36ª semana de gravidez. Como também contraiu Covid, Danilo não pôde acompanhar o parto da criança e somente conversava com a esposa através de mensagem.

Publicidade

Publicidade

“Após o parto, ela estava bem, foi para o quarto, mas, no outro dia, começou a piorar. Falou que estava com falta de ar. E foi piorando muito rápido. Na madrugada, ela me mandou mensagem dizendo que seria intubada, falando para orar por ela”, explicou Danilo. A mulher já estava com o pulmão comprometido em 90% e chegou a ser submetida a um tratamento com a ECMO – Oxigenação por Membrana Extracorpórea, mesma terapia que está sendo realizada pelo ator Paulo Gustavo.

Infelizmente, Tayna não resistiu e faleceu. Agora, o pai aguarda a oportunidade para levar a filha para casa. Como ela nasceu prematura ainda está internada no hospital e deve receber alta em breve.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.