in

Governo propõe aumento no salário mínimo e valores são revelados; o quanto aumenta?

A exemplo dos anos anteriores, cifras não terão aumento real e sim apenas irão acompanhar a inflação.

ISTO É

O Ministério da Economia divulgou nesta quinta-feira (15) o texto no qual o governo federal propõe um aumento no salário mínimo para 2022, baseando-se no projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) do ano que vem. Na proposta, o mínimo salta de R$ 1.100 do formato atual para R$ 1.147. Hoje era o último dia para envio da proposta ao Congresso Nacional. 

Publicidade

As cifras propostas para o ano de 2022 é R$ 47 maior em relação ao salário mínimo atual, representando uma alta de 4,27% –  que é a previsão do Ministério da Economia para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) deste ano, feita no mês de março.

Em termos técnicos, o acréscimo não representa uma valorização real do salário mínimo, e representa apenas uma reposição frente ao cenário de inflação no período. 

Publicidade

A Lei de Diretrizes Orçamentárias fixa as bases para a aprovação do orçamento do ano seguinte, e por isso, já faz previsões. Caso a inflação verificada ao término do ano for maior em relação ao que foi previsto, o governo federal poderá rever as cifras durante a tramitação do orçamento. 

Publicidade

Segundo o Dieese, o salário mínimo serve como referência para 50 milhões de brasileiros, – deste quantitativo, 24 milhões figuram como beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Publicidade

Cifras previstas

O texto ainda fez um prognóstico para os salários mínimos dos próximos anos. O de 2023 ficou orçado na base de R$ 1.188, enquanto o do ano seguinte estipulado em 1.229. Vale lembrar que os valores funcionam apenas como uma referência. Dependendo da movimentação da inflação no período observado, as cifras podem subir ou sofrer decréscimo. 

Publicidade