in

Surto de Henry com Jairinho no Carnaval é revelado em depoimento; menino já teria sido agredido duas vezes

Investigações do caso que chocou o país estão em seu curso final, e se aproxima da aguardada elucidação.

CNN - G1 - Montagem

Passado quase um mês do seu primeiro depoimento, a empregada doméstica Leila Rosângela de Souza Mattos prestou nova oitiva na 16ª DP (Barra da Tijuca) na última quarta-feira (14). No seu relato, a funcionária que prestava serviços para Monique e Jairinho no apartamento onde eles residiam com o menino Henry, trouxe novos desdobramentos e informações que ela ainda não havia contado à polícia.

Publicidade

Em um dos trechos do depoimento, Leila Rosângela disse não ter presenciado agressões de Jairinho contra Henry, mas no dia 12 de fevereiro, viu o menino sair com “cara de apavorado” do quarto após ficar por alguns minutos com o vereador.

Foi exatamente nesta data que, a babá de Henry ligou para Monique e relatou as supostas agressões que o menino estava sendo vítima. As conversas foram recuperadas por um software utilizado pela Polícia Civil, e reiteradas pela babá do menino.

Publicidade

Veja também: Babá de Henry fala pela primeira vez na televisão e detalha o que via na casa de Jairinho e Monique


Surto com Jairinho

Publicidade

Ainda no depoimento, que durou cerca de 3 horas, Leila Rosângela disse que no domingo de Carnaval ligou para Monique questionando a patroa sobre quando poderia retornar ao trabalho. Na ocasião, a mãe de Henry disse que quase voltou de viagem antes do tempo programado porque o filho “teve um surto com Jairinho”, e o episódio teria sido “a maior discussão”.

Publicidade

A empregada disse que Monique relatou ter acalmado Henry, e os três cumpriram a estadia fora por completo, ficando até a segunda-feira. 

O “surto” de Henry, segundo a babá, teria ocorrido depois de, pelo menos, duas agressões de Jairinho contra o menino de 4 anos. 

A doméstica foi questionada sobre o motivo de não ter relatado essas informações no seu primeiro depoimento e ela afirmou que “só não contou porque não se recordava”. Diferentemente da babá Thayná de Oliveira, que afirmou ter sido orientada a mentir no depoimento, Leila Rosângela disse que sua oitiva não teve nenhum tipo de interferência por parte de Monique e Jairinho ou pela defesa do casal. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade