in

Caso Henry: irmã de Jairinho pede para babá do menino não ser a ‘juíza do caso do irmão dela’

Em depoimento, Thayná Oliveira Ferreira relatou conversa com Thalita Souza.

RECORD TV / MONTAGEM GHEAN FERNANDES

Após a prisão de Monique Medeiros e Dr. Jairinho por atrapalharem as investigações da morte do menino Henry Borel, de 4 anos, testemunhas do caso continuam sendo ouvidas pela polícia. Thayná Oliveira Ferreira, babá da criança, foi convocada e prestou novo depoimento, relatando a conversa que teve com a irmã do vereador.

Publicidade

Segundo informações do portal O Dia, Thayná Oliveira Ferreira disse à polícia que Thalita Souza a convidou para um encontro na casa dos pais de Jairinho e pediu para que ela lhe contasse todos os detalhes sobre o relacionamento do irmão.

Em dado momento da conversa, Thalita Souza pede para a babá de Henry não ser a “juíza do caso do irmão dela”, conforme divulgou o O Dia, embasado no depoimento de Thayná Oliveira Ferreira. Ainda segundo o portal, a irmã de Jairinho teria feito o pedido em tom ameaçador, dando a entender que a funcionária não deveria contar a verdade no primeiro depoimento dado à polícia.

Publicidade

Publicidade

Veja também: Babá de Henry fala pela primeira vez na televisão e detalha o que via na casa de Jairinho e Monique

“Menos seria mais”, teria dito Thalita Souza à babá de Henry, orientando Thayná Oliveira a ser sucinta e não dar detalhes sobre a vida que Jairinho levava com Monique Medeiros e o enteado Henry.

Publicidade

Após polícia tomar conhecimento dos fatos, a irmã de Jairinho também foi chamada para prestar esclarecimentos à polícia. Na última quarta-feira (14), Thalita Souza esteve na delegacia e, durante horas, conversou com o delegado responsável pela investigação da morte do menino Henry. Ela está sendo investigada por coagir testemunhas e atrapalhar o desenrolar do caso pela polícia, assim como Monique e Jairinho.

Publicidade
Publicidade
Publicidade