in

Caso Henry: novo detalhe contado por perito causa choque: ‘Cada vez mais macabro’

Perito acredita que morte tenha ocorrido antes das 23h, cinco horas antes do socorro.

Reprodução Globo

A morte de Henry Borel, de apenas quatro anos, repercute em todo o Brasil. O menino morreu na madrugada do dia 8 de março. Monique Medeiros, a mãe da criança, contou à polícia que encontrou o filho caído em um dos quartos do apartamento onde morava com Jairo Souza Santos Júnior, o vereador Dr. Jairinho, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro.

Publicidade

Henry chegou morto ao hospital. Laudo do IML mostrou que o menino sofreu laceração no fígado e hemorragia interna. A Polícia Civil abriu inquérito na 16ª DP da Barra da Tijuca. Jairinho e Monique foram presos na semana passada. 

Imagens do elevador mostram o casal levando o menino ao hospital às 04h09. Em depoimento, Monique disse que encontrou o filho caído à beira da cama por volta das 3h30. Os investigadores tentam montar a linha do tempo e entender porque o socorro demorou 40 minutos.

Publicidade

Mas a situação pode ser ainda pior. De acordo com o perito Leandro Lima, um dos responsáveis pelas análises do inquérito, Henry pode ter morrido antes das 23h. Jairinho e Monique contaram que ficaram na sala assistindo à série até às 1h50. Depois foram para o quarto de hóspedes do apartamento.

Publicidade

Se a análise do perito estiver certa, tudo isso foi feito com o menino já morto no outro cômodo. Muita gente está comentado o caso. “Barbaridade! Cada vez mais macabro. Gente sinistra, diabólica.Todos adultos bandidos ,todos devem ser punidos duramente”, escreveu uma mulher nos comentários do vídeo postado logo acima. Muitos internautas criticam todas as pessoas que sabiam das supostas agressões que Henry sofria de Jairinho.

Publicidade

Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!