in

Caso Henry: perito acredita que garoto morreu no dia anterior e aponta detalhe em foto

Morte de Henry Borel, de acordo com perito, teria ocorrido antes das 23h.

Reprodução Globo

A morte do garoto Henry Borel, de quatro anos, na madrugada do dia 8 de março, no Rio de Janeiro, segue sendo investigada pela Polícia Civil do Rio de Janeiro. Monique Medeiros, mãe da criança, e Jairo Souza Santos Júnior, o vereador Dr. Jairinho, estão presos.

Publicidade

Na semana passada, a Justiça autorizou a prisão do casal por atrapalhar as investigações. O delegado Henrique Damasceno, que conduz os trabalhos na 16ª DP da Barra da Tijuca, afirmou em coletiva no dia prisão que há evidências de que Jairinho matou o garoto e que Monique foi conivente.

Na versão do casal, Henry foi encontrado caído no quarto do casal, onde dormia, por volta das 3h30 do dia 8. Levado ao Hospital Barra D’Or, o menino já chegou morto ao local. Laudo do IML apontou laceração hepática, hemorragia interna e uma série de lesões, edemas e manchas pelo corpo do garoto.

Publicidade

A que horas Henry morreu?

O perito Leandro Lima, um dos responsáveis pelo trabalho de perícia no inquérito que investiga a morte de Henry, concedeu entrevista à rádio BandNews e de uma informação surpreendente. De acordo com as novas provas, imagens e perícia, Henry pode ter morrido às 23h.

Publicidade

“Depois da morte o sangue que fica paralisado fica sujeito a uma gravidade, acumulando-se nas zonas mais baixas, chegando ao entendimento que ele faleceu antes das 23 horas”, afirmou Leandro Lima. A imagem do garoto já morto no elevador, registrada às 04h09, quando Monique e Jairinho levavam a criança ao hospital, foi preponderante para o perito chegar a essa conclusão que o socorro demorou mais de cinco

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!