in

Mãe de Isabela Nardoni lamenta morte do menino Henry: ‘Repetição do grau de crueldade’

Em entrevista ao Extra, Ana Carolina de Oliveira falou sobre o caso que comoveu o Brasil.

UOL

Em meio a comoção pela morte do menino Henry Borel, de 4 anos, Ana Carolina de Oliveira concedeu entrevista ao portal Extra e lamentou o caso. A mãe de Isabela Nardoni, que morreu após ser jogada do sexto andar de um edifício, falou sobre a crueldade que o menino vivenciou e expressou seus sentimentos treze anos após perder a filha.

Publicidade

Ana Carolina comentou o desenrolar das investigações a respeito da morte de Henry e se mostrou chocada e triste com os detalhes do caso. A mãe de Isabela Nardoni desabafou e pontuou que, mais uma vez, quem deveria zelar e cuidar da criança acabou não fazendo isso.

“Repetição do grau de crueldade e de supostas mentiras”, disse Ana Carolina, relatando que as pessoas estão comparando a morte de Henry com a de Isabela Nardoni. A mãe da menina contou que quando se inteirou do caso chegou a mandar mensagem para Leniel Borel, pai do menino.

Publicidade

“Falei que eu estava do lado dele e que ele precisa ter força”, contou Ana Carolina, dizendo ainda que Henry e Isabela teriam nascido com um propósito e vieram com uma mensagem para passar para o mundo. A mãe da menina afirmou que tamanha crueldade e comoção não foram atoa.

Publicidade

Sobre seus sentimentos em relação à morte de Henry, Ana Carolina disse ter vivido um misto de tristeza e raiva diante de tamanha dissimulação dos envolvidos. “É triste ver como existem pessoas tão cruéis no mundo”, lamentou a mãe de Isabela Nardoni.

Publicidade

Por fim, Ana Carolina comentou sobre o período de reconstrução após perder a filha e contou que hoje em dia é casada e mãe de um casal de filhos.

Publicidade
Publicidade