in

Monique e Jairinho viajaram e se divertiram após o padrasto agredir Henry; fotos comprovaram

A professora e o namorado estão presos desde sua apreensão no último dia 8 de abril.

UOL/Montagem Aurilane Cavalcante

A professora Monique Medeiros e o namorado, o vereador Jairo Souza, estão presos. Ambos foram detidos durante a manhã da última quinta-feira (08/04), por atrapalhar a investigação do possível assassinato de Henry Borel Medeiros, fruto do casamento de Monique com o engenheiro Leniel Borel.

Publicidade

Pouco depois da morte do menino, a babá da vítima, Thayná de Oliveira, foi chamada para depor. Durante conversa com o delegado Henrique Damasceno, da 16ª DP, na Barra da Tijuca, a profissional disse não ter conhecimento das agressões cometidas pelo patrão.

Após a polícia descobrir que babá sabia dos episódios contra a vítima, ela foi intimada para depor novamente na delegacia. Desta vez, Thayná contou tudo o que sabia a respeito do casal investigado.

Publicidade

Entre os fatos relatados por Thayná está uma viagem realizada por Monique e Jairinho pouco depois de uma das agressões cometidas pelo vereador a Henry Borel, que foi declarado morto na madrugada do dia 8 de março deste ano.

Publicidade

Thayná contou que Monique havia afirmado que iria para a casa de parentes em Bangu, mas que, ao olhar uma rede social da patroa, notou que ela e o namorado estavam curtindo Carnaval em Mangaratiba, sem Henry.

Publicidade

A partir dos Stories do Instagram, vi que Monique e Jairinho estavam juntos em Mangaratiba. Eles aparentavam estar bem um com o outro, carinhosos, o que, inclusive, causou estranheza. Quando voltei, tudo estava bem, sendo que Henry contou que só foi para Mangaratiba no último dia da viagem, o que foi confirmado por Monique“, declarou Thayná em depoimento na última segunda-feira.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.